Casamento por um triz

Cartas

A identidade só será divulgada com a autorização da pessoa.

” Saudações: Graça e paz do Senhor Jesus !
Eu gostaria de uma ajuda.

Sou casado há um ano e meio e estou com o meu casamento conturbado. Tenho uma boa esposa durante o dia mas a noite eu não tenho esposa e sim acompanhante de quarto. O que ocorre é que, eu acho que minha esposa está com problemas na libido.

Quando namorávamos ela era assanhadinha, na medida do possível, é lógico, e sem fugir dos príncipios cristãos.

Quando casamos, tínhamos relações sexuais toda semana e com o passar do tempo isso foi diminuindo, hoje, se muito fazemos sexo é uma vez por mês e não por minha causa, pois sempre que a procuro ela não quer.

Eu já conversei com ela sobre o assunto, cheguei a perguntar se ela ainda tinha desejo sexual por mim e perguntei também porque ela mudou sua atitude sexual depois de casada e pedi para ela evitar de me negar o sagrado fruto do matrimônio, mas o efeito da conversa só durou duas semanas, depois voltou tudo de novo.

Muitas vezes ela usa o sexo como barganha, ou seja, em troca de algo que fiz ou agradei, se a desagradei ou falhei entra em cena um jejum sexual. Ela reclama de falta de atenção, mas como? se eu a procuro toda semana, faço carícias, a ajudo nos afazeres domésticos, etc.

Ela diz que eu só a procuro e faço carícias nela pra transar, ela chegou a ficar dois dias sem aliança com raiva de mim, pois na noite anterior eu a procurei e ela me evitou, então eu, chateado de tanto ser evitado, me virei pro outro lado da cama e fui dormir.

Pra se ter uma idéia, nos mês corrente, nós só fizemos sexo uma vez, no dia 20/05. Ando preocupado pois, não quero traí-la.

Recentemente ela descobriu no meu orkut algumas amigas que tenho do meu ex-emprego, uma das fotos das amigas que tenho tinha um comentário antigo meu, dizendo que ela parecia uma modelo e que era bonita.. Quando ela viu isso, Ela tirou novamente a aliança, disse que eu a estava desrespeitando, e ameaçou sair de casa.

MEU CASAMENTO ESTÁ POR UM TRIZ.

Obrigado, fiquem com Deus. ”

 

Resposta:

Querido Thiago,

Quero começar dizendo que achei engraçado a frase: “Quando namorávamos ela era assanhadinha, na medida do possível, é lógico, e sem fugir dos príncipios cristãos. “.. Fala serio!

Mas vamos lá…

Há quem diga que: “Sexo no casamento não é tudo, mas é quase 80%“..rsrrsrs.

Sexo não é apenas o ato em sí; Sexo é a complitude de dois seres que se amam e que decidem se entregar um ao outro sem pudor ou reservas – pelo menos é isso que deveria ser.

Sendo bem prático e direto…

Se eu fosse você abriria o jogo com sua esposa – não estou falando de ficar jogando piadinhas ou fazer rodeios. É ir direto ao ponto! Do contrário, não haverá muita esperança para vocês.
Faça isso o quanto antes!!

Não há explicação para tanto descaso com o sexo, a menos que ela não goste de você, ou já esteja corrompida pelas regras de “não-me-toques” que muitos líderes cristãos querem impor sobre a conduta sexual de casais dentro das igrejas.

Vocês são jovens e sadios. E a Bíblia diz que a “paga” das lutas desta vida é comer o pão, beber o vinho, e gozar amores com a mulher de nossa vida. Então, mano, BEBA A ÁGUA DA TUA CISTERNA.

Não acredito em mulheres frígidas…sinceramente – a não ser por algum distúrbio hormonal, psíquico ou que tenha sofrido abuso..etc.. – mas não é o caso de vocês, afinal, antes de se casarem, era um “tiro” – não é mesmo????

Creio que há mulheres que não amam os seus maridos, e por isso não gostam de se entregar totalmente à eles. E pior, há algumas que, quando se dão, fazem-no naquela censura prévia: “isto aqui não…assim não gosto…desse jeito dói…nunca fiz isto antes…será que tá certo?…o que a bíblia diz?? assim fico com vergonha…e por ai vai.

No namoro???? No namoro é em qualquer lugar, a qualquer hora..e de qualquer jeito e quantas vezes os corpos aguentarem!

A mulher geralmente ora assim: “Senhor, espero que ele mude quando casarmos. E ele NÃO MUDA!…Então, ele ora: Senhor.. que ela NÃO MUDE…E ela MUDA!..rsrsrs.

O impressionante, é que a mesma mulher pega um cara de quem gosta, e vira um bicho insaciável.

Ser frigida, na maioria das vezes, esconde outra coisa! As mulheres sabem que estou falando a verdade!

Thiago, a não ser que ela esteja morrendo de dor ou doente, não há mulher que não goste loucamente de fazer amor com o homem que ama. Portanto, antes de qualquer coisa, tenha uma conversa franca com ela.

Há mais uma coisa: Procure saber se é algum trauma: O trauma de ser sexualmente evangélica. Caso seja isso, você precisa ter calma, cuidado e sabedoria para lidar com isso.
Periodicamente, atendo casais traumatizados -por causa de líderes que absurdamente impuseram regras bíblicas- com dezenas de perguntas sobre sexo – o que pode, como pode, onde pode.

Por outro lado, tem homens que não tem “tato” com sua mulher. O cara é literalmente um cavalo. Delicadeza, cuidado e romantismo estão há quilômetros de distância dele.
Aí, amigo, não há mulher que fique “à disposição”.

Lavar pratos? A empregada lava.
Fazer carícias? Só espero que não seja apenas na hora do sexo – Elas não caem mais nessa técnica pré-sexual-sedutora-.

Sua mulher talvez queira apenas uma presença simples em casa. Sua presença como homem, amigo, conselheiro e amante.
Analise isso com carinho.

Há outros que não possuem o mínimo de capacidade de levar a sua mulher a confiar nele, e a se abrir; Ele se esquece que o prazer está condicionado pela confiança e intimidade entre ambos.

A maioria de nós, homens, pensamos que é apenas uma questão de “PLUGAR, ENCAIXAR NO LUGAR CERTO e USAR”.

E tenho certeza que você sabe que não é assim.

Mano, o sexo vai ser bom e duradouro, apenas se ambos se amarem, se desejarem, e se o homem, especialmente ele, souber abrir o “jardim fechado“, e entrar nele como o espírito do livro de Cantares.

No entanto, essa é uma coisa para os dois, e não apenas para um. Não basta o oposto: uma mulher apaixonada. Se o homem não souber e não desejar retribuir – em pouco tempo tudo se evapora e murcha.

Não suje sua água para depois bebê-la. Mantenha-se íntegro e não manche seu leito!

Se possível, busque ajuda psico-terapeutica ou um aconselhamento profissional. Isso poderá ajudá-los nessa brincadeira de criança – tira a aliança, bota a aliança…sem aliança..com aliança.

Vocês oram juntos? Já fizeram isso alguma vez? Talvez esse seja o ponto de partida para seu ajuste conjugal.

No mais, receba minhas orações e carinho,

Pr. Emerson Fregona



Participe conosco

Ter . 19H30

Participe da Escola Bíblica conosco

Dom . 18H30

Culto. Venha e convide um amigo

Qui . 18H30

Bate papo - Mulheres / Homens