Carta de uma leitora…

Cartas

A identidade só será divulgada com a autorização da pessoa.

Pr. Emerson,

Não te conheço pessoalmente mas já ouví falar de você aqui onde estou morando (Vitória-ES).
Tomei a liberdade de te escrever depois que lí o site do seu ministério.
Seguinte: Eu e meu marido estamos num casamento totalmente sem carinho, acho que caímos na rotina. Vivemos como amigos e isso está sendo péssimo para mim! Pra piorar as coisas há uns 9 meses conheci um cara pela internet, num desses chats, e acabei me envolvendo com essa pessoa.
No início era só cumplicidade mas aquilo acabou virando paixão.
Mudei para a cidade de Vitória/ES achando que o esqueceria e que o romance acabaria. Que nada! Pastor, continuei a manter contato por telefone, e a coisa foi crescendo… pelo menos para mim.
A gente se reecontrou umas 3 ou 4 vezes quando tirei férias lá na minha cidade original… Mas depois ele sumiu. Disse que estava muito apaixonado e com medo pelo fato estamos morando um pouco longe. Penso nele ainda, mas sei que isso é errado. O que posso fazer se sou um poço de carência?
E agora o que faço pastor?
Pode falar sem rodeios pois não tenho com quem desabafar.
Um abração, e obrigada.

Resposta:

Olá *******,

Primeiramente, gostaria de dizer que suprimi algumas partes do email para não te expor, ok? Mas o conteúdo aqui exposto nos dá uma clareza a respeito de sua situação.

Bom…eu sempre falo sem rodeios. Quem me conhece, sabe que não tenho estilo Cowboy. Abordar todos os temas propostos num só email fica complicado, mas tentarei pensar com você de forma rápida e prática. Vamos lá: Qual é o homem que não se “apaixona” por uma mulher carente, principalmente na internet?

Conheci gente que se apaixonava umas 10, 12 vezes por dia, madrugadas a dentro.

Na internet, a maioria que entra em chats está procurando a mesma coisa. É um bando de gente carente (de atenção, cuidado, carinho, sexo, etc) e o resultado final é quase sempre o mesmo: CAMA. Quando não funciona, rola então uma sessão de “pornô-solo”

Mulher carente quer tudo, quer descontar o “atrasado”, e o cara adora fazer essa “ministração”. Prova disso, são os milhares de vídeos “semi-pornôs” no youtube. É uma prateleira de gente querendo se exibir para chamar a atenção de todos.

Sinceramente, acho que você caiu na lábia de um sedutor barato, e se deu para um cara que só queria isso (ou aquilo). E qual o resultado final? CAMA (só que dessa vez, sozinha e chorando).

Outra coisa, trate da questão de seu casamento, com verdade e clareza. Você falou em falta de cumplicidade. A questão é outra: vocês já se amaram alguma vez na vida? Estão casados no papel, mas já estão divorciados de alma. Mas seja prudente.

Primeiro veja o que existe de fato entre você e seu marido, porque o que aconteceu entre você e o cara do Chat, Freud explica – e sobre isso posso falar com bastante propriedade.

O seu marido não é o enganado. A enganada na história é você. Quem está se enganando é você. Não acredite no papo de que o cara se afastou por estar “muito apaixonado”. Essa é velha! Ele usou, usou, usou de novo e agora não quer mais. Passou o tesão do “proibido”. O Cara pulou fora mesmo. Já ganhou o que queria.

Perdoe-me pela franqueza, mas você pediu. Falo como homem e alguém que entende um pouquinho do assunto.. E é por isto que você deveria me levar à sério.

Resolva seu problema conjugal. Homens adoram ter “casos” no currículo para espalharem aos amigos. Na internet, tudo é tão fácil…. principalmente, se passar por um “Don Juan”, especialmente com uma mulher crente-casada-carente!

Essa tríade eh letal. É a fome, com a vontade de comer + bis. Pediu a verdade? Aí está.

No amor de Jesus,
Pr. Emerson Fregona



Participe conosco

Ter . 19H30

Participe da Escola Bíblica conosco

Dom . 18H30

Culto. Venha e convide um amigo

Qui . 18H30

Bate papo - Mulheres / Homens