Omissão no namoro

Cartas

A identidade só será divulgada com a autorização da pessoa.

Paz Pastor!

Faz aproximadamente 1 ano que estou na igreja e 9 meses que fui batizada. Estou namorando a 5 anos, e este ano, noivamos (e com a Graça de Deus vamos nos casar no ano que vem).

Quando estavamos namorando a aproximadamente 2 anos, disse ao meu namorado que nao queria mais namorar, pois tinhamos um relacionamento de muitas brigas, intrigas, enfim inúmeros problemas.

Terminei com ele e fui viver minha vida. Beijei outro rapaz, nada sério somente naquele momento de “curtir a vida”, porém ele não aceitava o término e vinha em minha casa todos os dias pedindo pra voltar.

Foi ai que resolvi voltar, pensando que voltando, poderia mostrar a ele que nao compensava, e continuei a curtir a vida e voltei a beijar aquele mesmo rapaz.

Passado um tempo, comecei a perceber que estava reavivando o nosso sentimento e comecei a me apaixonar por ele novamente e a perceber que aquela fase ruim havia cessado. Vivi 2 anos de pura culpa e sofrimento pelas coisas que havia feito, foi então que com a ajuda do Pastor da igreja que congregamos hoje, confessei a ele o que tinha feito.

Foi um caos… brigas, gritos, choros de todos os lados… Mas superamos tudo isso.

Porém, o que ainda me deixa triste é que quando confessei o pecado, falei que havia beijado o tal rapaz só uma vez, contei da vez quando já tinhamos voltado, mas sobre a vez onde tinhamos nos afastado deixei omissa.

E hoje isso me consome, me dói e acima de tudo me culpa demais. Ja orei, ja pedi, ja chorei aos pés do Senhor e ainda assim não consigo me livrar desse sentimento de culpa, e sendo muito sincera, eu não gostaria de ter de contar pra ele novamente levando o relacionamento a uma total desgraça.

O nosso relacionamento hoje é ótimo, nos amamos muito, somos felizes juntos e os planos de casar estão a todo vapor.  Gostaria de um conselho do Pastor, pois sinceramente nao sei mais o que fazer.

 

Resposta:

Minha querida, paz sobre você.

Vou falar daquilo que acredito e vejo – de forma bem suscinta.

Se você deixou esse erro, continue sua vida andando com Deus e amando seu noivo.
“Confessar” algo que já se passou não fará qualquer diferença na vida de vocês. Não ajudará absolutamente em nada!

Você já se entendeu com Deus no coração? Está andando em VERDADE e NOVIDADE DE VIDA?

Então, que fique assim. Creio que quem consegue deixar algo que é pecado para si mesmo sem envolver mais ninguém, já obteve grande avanço na existência.

No caso do seu noivo, saiba: ELE NÃO GOSTARIA DE SABER SOBRE ISSO NESSA ALTURA DO CAMPEONATO.

Se você perguntar a alguém sobre isso (inclusive a quem está lendo esta carta nesse momento), eles vão dizer que “gostariam de saber” – apenas porque todo mundo diz que a decência (moral) manda que seja assim.  Porém, eu te digo: – O que passou, passou! Não ressuscite esse defunto!

Se perdoe! Jesus já te perdoou! Não viva com esse fantasma. Quem confessa seu pecado e deixa, alcança misericórdia. É isso que a bíblia diz. É só não fazer disso uma mecânica brincalhona, afinal, Deus conhece nosso coração.

Esta é a realidade e a verdade. O que passar disso é apenas discurso moralista.

Lembre-se: Quem te acusa, é o diabo. Entretanto, temos um Advogado: JESUS CRISTO, O JUSTO! Leve sua mente cativa a Ele e agradeça pelo perdão recebido.

Simples assim!
Ps: Me mande um pedaço de bolo do casamento, tá? rsrsrsrsrs

Abração,
Emerson Fregona.



Participe conosco

Ter . 19H30

Participe da Escola Bíblica conosco

Dom . 18H30

Culto. Venha e convide um amigo

Qui . 18H30

Bate papo - Mulheres / Homens