Traição – A desgraça que desgraça

Cartas

A identidade só será divulgada com a autorização da pessoa.

Bom dia Pr.

Tomei conhecimento do seu aconselhamento pelo site de procuras da internet.  Venho pedir sua ajuda, um conselho para um conflito interno.
Casei nova (18 anos) e fiz 1 ano de casada.  Mas infelizmente eu quebrei essa aliança. Não justifico meu erro, mas pretendo explica-lo.

Meu “marido” tinha problemas na hora de ter relações sexuais comigo. Ele tinha certo nojo de mim para algumas coisas, nao tinha carinhos(pleliminares) e sempre tinha ejacução precoce. Sempre suportei, ae pq achava isso normal pois ele foi o primeiro homem da minha vida.

Entao por nao ter certa experiencia, aquela situação estava comoda pra mim. Mas depois constumavamos a andar com outros casais e ao conversar com outras mulheres, percebi que isso nao era normal.  Pedi ajuda ao meu pastor, e investi na mudança do meu marido.

Quero salientar também que tenho um chamado levitico no louvor e exercia isso em minha igreja, mas nunca tive apoio de meu marido. Ele nao orava comigo mesmo insistindo, nao examinava as escrituras comigo e isso me fazia muito mal.

Eu orava mesmo quando ele nao queria, fazia varios jeitos diferentes para apimentar nossas relações. Mas nao tive exito, entao resolvi ser sincera falar com ele o que ele nao fazia.. sentamos e conversamos mas de nada adiantou, pedi com jeitinho para entao procurarmos um medico ou o pai dele. Derrepente ele era inexperiente precisava de alguem mais sabio.

Ele realmente sempre foi machista e nao quis, sempre adiava as conversas.. Em meio esta tempestade, existia um menino que tocava guitarra na minha igreja, nos passamos varios problemas juntos, pois o ministerio de louvor da igreja sofreu alguns problemas pois nossa Lider e uma das solistas(mulher de um pastor) tiveram um caso sexual.
Entao acabamos se aproximando pois eram muitas afrontas contra nós.

Orávamos juntos, escolhia os louvores juntos, ensaiavamos juntos.. e para desfocar a minha atenção do meu esposo (para nao critica-lo, mas entende-lo) achei que se
focasse no meu ministerio eu nao teria tempo pra pensar nos erros do meu marido e ia entende-lo mais.

Mas o que aconteceu foi totalmente diferente. Estando tão proxima do guitarista, acabavamos nos aconselhando um com o outro (deixando claro que nao falei sobre meu marido). Saimos juntos para rir, iamos a praça e liamos a biblia juntos. E acabamos por um dia dormirmos na casa de uma amiga, na verdade, alguns integrantes do ministerio dormiram lá.

Infelizmente lá ele me beijou e eu acabei por retribuir, acabamos tendo relação depois de alguns dias em minha casa.  Imediatamente depois disso pedi para sair do meu ministerio pois necessitava do perda de Deus, da cura interior, pois pelo tempo acabei amando este guitarrista. Contei para o meu pastor, e resolvi contar ao meu marido no monte.

Ate entao quando contei ele estava disposto a me perdoar pois ele admitiu que errou tbem. Mas depois no outro dia ele resolveu pedir ajuda do pai e da mae dele. E ai pronto, ele resolveu terminar, pois os pais os orietaram assim.

Resumindo, ele por ele quer voltar e me perdoar, mas ele diz que a razao supera a emoção e diz que nunca mais sera o mesmo. Disse que me quer só para ter relações sexuais, e eu disse que nao. Pois ou seria esposa dele, ou nao seria nada.

Com certeza, se voltarmos ele me privará da faculdade, do meu trabalho de tudo por nao have mais confiança.
E com tudo isso tenho Mil duvidas, se luto pela restauração ou se sigo minha vida e levar isso tudo como experiencia. Pois sei que agora Deus tem me tratado e sei que ele quer o melhor pra mim, e Deus nao quer me ver infeliz.  Porque se voltar para ele me fara infeliz Deus nao vai querer isto, nem para ele.
Creio que Deus só ira restaurar se formos ser felizes juntos.

E por outro lado, tem este menino, que decidiu me esperar caso eu nao restaure minha vida. Pois ele se sente na obrigação de me fazer feliz. E diz que Deus pode trasnformar maldição em benção. E querendo nao, eu o amo e sinto esse amor de volta.

Perdi o contato constante com ele, mas ele dz que estara em oração, esperando as deciões serem tomadas porque a dele ele ja tomou.. disse que estaria comigo sempre.

Então pastor, nao sei mais o que fazer. Porque enquanto fico nesse dilema tempo vai passando.  Preciso de sua ajuda. Deus quer algo de mim e eu preciso SEMPRE dele, muito dependende de Deus.

Mas quero que Deus abra os meus olhos e me mostre as consequencias de qualquer uma das minhas decisões. Independente de tudo, quero guardar minha salvação, a minha coroa. Me ajude?

 

Resposta:

Olá querida,

Primeiramente, obrigado pela confiança.

Vou ser direto, rápido e sem rodeios… Só espero que você suporte minha honestidade.
VOCÊ ENTROU NUMA FRIA. Ou melhor, AMBOS ENTRARAM.

Quando comecei a ler a parte do “guitarrista” eu já sabia onde isso iria terminar.
Nem precisei ler tudo para concluir: “ela vai dizer que descobriu o amor e que transou com ele, quer ver???”.
NÃO DEU OUTRA.

Seu caso, é só mais um dos inúmeros que atendo com as mesmas desculpas: “Eu nao queria… não tinhamos a intenção…  aconteceu derrepente… creio que pode ser de Deus, afinal, Deus não quer ninguém infeliz, etc, etc, etc.”

Você tentou curar a dor de cabeça, arrancando o pescoço. Essa é a verdade!
Lamento.

Lamento, sim! E ainda pergunto: Porque [já que você havia adulterado subjetivamente no coração] teve que partir para a OBJETIVIDADE?

Porque foi consumar esse ato DIABÓLICO e PERVERSO contra seu marido?

Aquilo que Deus disse a CAIM, ainda ecoa nos dias de hoje: “O MAL JAZ A SUA PORTA; CABE A VOCÊ DOMINÁ-LO”.

O que me impressiona, é que vocês tem apenas 1 ano de casados!

NÃO EXISTE NADA MELHOR NA VIDA DO QUE A VERDADE SIMPLES. NINGUÉM MERECE SER TRAÍDO..NINGUÉM!

Afirmo: Este seu FICANTE/TRANSGRESSOR (ou como quiser chamá-lo), NAO TE AMA.

Ele se compadeceu de você [por conhecer sua situação] ou gostou daquilo que você fez na cama com ele – que provavelmente, você nunca fez com teu marido.

Talvez nessa TREPADA de vocês, vocês tenham se realizado como dois cachorros no cio.

FILHOS DA ILUSÃO! ACORDEM ENQUANTO HÁ TEMPO.
Usar-se da transgressao para tentar apoiar um pseudo amor que nasceu de uma TRAIÇÃO??
É como pegar um copo limpo, enchê-lo de água limpa, colocar pedaços de fezes, bater bem..e depois, tomar! MEU DEUS!

O que dizer do resto (igreja, louvor, ministério, .etc..etc)? NADA! Isso não é o seu problema.

Creio que você até agora não acordou praquilo que realmente significa AMOR.
DEFINITIVAMENTE: CASAMENTO É PRA GENTE ADULTA!

SE VOCÊ NÃO AMA SEU MARIDO, SEU CASAMENTO NÃO EXISTE!
Mesmo que haja papel e aliança no dedo. Somente gente CASADA não se separa!

O que devo mais dizer? Creio que mais nada, mesmo.
Você fará o que bem quiser, mesmo lendo o que acabei de escrever aqui.

Eu só lamento, pois em boa parte dos casos que conheço idênticos ao seu, o remorso bate em pouquisimo tempo.
Sinto muito. Sinto muito pelo seu marido! E mais ainda pelo que a vocês acontecerá num futuro não distante!

Ainda que eu tenha escrito coisas duras de se ler, minha resposta é como um grito de ACORDEEEE!!!!!

Tente me ler com seu melhor da sua alma. CREIO NUM DEUS QUE FAZ MILAGRES!

Para mim, seria muito fácil lhe dizer coisas legais e afáveis para acalentar a sua alma.
Porém, seria uma irresponsabilidade tremenda da minha parte – ver vocês indo para um INFERNO EXISTENCIAL e ficar calado diante de tudo isso.

Não dá pra driblar a Verdade.

Receba meu amor e carinho no EVANGELHO…

Pr. Emerson Fregona.



Participe conosco

Ter . 19H30

Participe da Escola Bíblica conosco

Dom . 18H30

Culto. Venha e convide um amigo

Qui . 18H30

Bate papo - Mulheres / Homens